• DSC_0029.JPG
  • DSC_0114.JPG
  • DSC_0117.JPG
  • DSC_0119.jpg
  • IMG_4096.JPG
  • IMG_4099.JPG
  • IMG_4102.JPG
  • IMG_4111.JPG
  • IMG_4158.JPG
  • IMG_4174.JPG

title

 

Dieta Mediterranica logo


funcionaria s2


 

Biblioteca online da DGADR

 

 

 


logo mafdrt

Recursos Micológicos

 

Enquadramento

cogumelos 2

 
Em Portugal tem-se verificado um incremento significativo das atividades relacionadas com a exploração de cogumelos silvestres, vistos como uma fonte de rendimento suplementar para os agricultores e populações locais. Tem-se constatado um aumento da procura deste recurso em diversas vertentes nomeadamente gastronomia, turismo e indústria farmacêutica.
Este facto tem provocado a afluência indiscriminada de pessoas aos espaços florestais, a invasão das propriedades privadas e a utilização de métodos de colheita desadequados (a recolha é feita de forma aleatória e desregrada) que podem ameaçar a sobrevivência deste recurso e o equilíbrio ecológico dos habitats assim como comprometer a segurança alimentar dos consumidores. 

 

 
Projetos

Projeto “Promover os Recursos Micológicos”

A Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR), através da Equipa de Promoção e Desenvolvimento dos Territórios Rurais (EPDTR) (atual DDAAFA: Divisão da Diversificação da Atividade Agrícola, Formação e Associativismo), considerando muito relevante o tema dos "Cogumelos Silvestres", propôs à AFN (Autoridade Florestal Nacional), atual ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas), o desenvolvimento em parceria do Projeto "Promover os Recursos Micológicos", o qual foi aceite.
Este projeto teve apoio financeiro através do Programa da Rede Rural Nacional — FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural), no que respeita à edição e divulgação do “Manual de Boas Práticas de Colheita e Consumo de Cogumelos Silvestres” e “Guia das Espécies Comestíveis com Interesse Comercial em Portugal”.
Obteve ainda apoio financeiro do PRODER (Programa de Desenvolvimento Rural), FEADER, nas ações de formação para técnicos e formadores e do POPH (Programa Operacional Potencial Humano) – FSE (Fundo Social Europeu), no que respeita às ações de formação para coletores.

Ficha do projeto

Saber mais: “Documento de Referência

Produtos do Projeto

Despacho 7161/2015, de 30 de junho
Cria os cursos de formação profissional na área da micologia.